domingo, 8 de junho de 2008

Carnival em 2009 com um navio na Europa Just one ship for Carnival european summer

Em 2009 a Carnival vai operar na Europa com apenas um navio, alterando o que estava previsto, com o Carnival Freedom a manter-se nas Caraíbas com cruzeiros à partida de Fort Lauderdale. Uma tomada de posição da Carnival em consequência do aumento dos combustíveis e que contraria a opção da companhia norte americana de operar este verão na Europa com 2 navios, um no Mediterrâneo e outro no norte da Europa. Além disso, nas viagens posicionais do Carnival Liberty não está incluída nenhuma passagem pela Madeira, mas sim por Ponta Delgada, Açores, da América para a Europa e por Las Palmas, no regresso às Caraíbas. As the Cruise news daily Carnival announced that instead of returning to Europe next summer (2009) as scheduled, Carnival Freedom will continue its winter program of 6- and 8-day cruises year round from Ft. Lauderdale.An option against this european summer season with one ship in the Mediterranean and another one in north of Europe. During the transatlantic crossing Carnival Liberty will not call Madeira, but Ponta Delgada, Azores, from America to Europe, and Las Palmas, Canary islands, when she´s return to Caribbean.Foto/Photo Carnival

2 comentários:

DANIEL disse...

Olá sou o daniel e tenho apenas 15 anos mas já sou um entusiasta de navios de cruzeiro.venho dar-lhe os parabens pelo belo blogue que tem. quanto á noticia da carnival não passar pela madeira em 2009 fico com pena pois é umas das minhas companhias preferidas.

Luís Filipe Jardim disse...

Obrigado pelas felicitações ao blogue e pelas suas visitas frequentes. É sempre positivo ver os jovens a continuarem este gosto e interesse pelos navios. Percebo isso muito bem. Tinha 12 anos quando comecei a fotografar os navios regularmente. Desde então o meu entusiasmo foi crescendo e o blogue é um desses resultados. Quanto à Carnival é realmente pena. É das grandes companhias que ainda não se decidiu a apostar verdadeiramente na Europa. É uma empresa muito americana. Creio ainda que os resultados de ocupação não foram os esperados. É preciso também notar que há outras empresas (Costa, Princess, Holland America, Cunard, P&O, AIDA) que operam na Europa e isso pode ser mais do que suficiente para o maior grupo de cruzeiros do mundo. E Caro Daniel continue esse entusiasmo e a visitar e a dar sugestões para o blogue. É com jovens como o Daniel que o interesse pelos navios mantem-se vivo!