domingo, 28 de agosto de 2011

Outros verões Recordando o saudoso Canberra

A escala do Azura no Funchal fez-nos recordar um outro grande paquete da P&O que trouxe à Madeira milhares de turistas ingleses. Era um dos navios mais conhecidos dos madeirenses, o Canberra de 1961. Um ano que assistiu à entrada ao serviço de paquetes tão famosos como o France, Transvaal Castle, ou os portugueses Infante Don Henrique, Principe Perfeito e Funchal. Em muitos verões passou pelo Funchal, também em viagem de Southampton para Tenerife, tal como o Azura. Foi um dos paquetes que animou o Agosto de há 20 anos e um dos frequentadores mais assíduos do porto do Funchal, onde esteve pela primeira vez em 23 de Julho de 1962. Tinha apenas um ano de vida, tal como o Infante Don Henrique , da Companhia Colonial de Navegação, que permaneceu atracado por transportar, de regresso a Lisboa, o presidente da República Almirante Américo Thomaz, que se deslocara à Madeira para a inauguração da última ampliação do molhe da pontinha onde chegara no paquete Funchal. Esta razão obrigou o Canberra a fundear, numa viagem de Southampton para Gibraltar com 1770 passageiros. (fotografia Perestrellos, preservada Museu Vicentes).
Até 1997 fez cerca de duas centenas de escalas no Funchal, num porto onde manobrava com a ajuda dos rebocadores Cabo Girão e Ponta do Garajau, da Junta Autónoma dos Portos e depois designada Direcção Regional de Portos, que daria origem à Administração dos Portos da Madeira. Nas imagens, é possível observar o Canberra na sua primeira escala ao largo do Funchal. Na imagem nocturna, o Canberra atracado ao molhe da pontinha pela última vez a 3 de Setembro de 1997. Curiosamente, por ironia do destino, uma avaria fez com que o paquete da P&O prolongasse por mais um dia a visita à Madeira.Texto: Luís Filipe Jardim Fotos: Fotografia Perestrellos e LFJ

4 comentários:

VMF disse...

Excelente fotos e artigo, fiquei minutos em "stand by" na foto do CANBERRA com o INFANTE

GRANDE, GRANDE momento

Abraço

Luís Filipe Jardim disse...

Obrigado.
É tão bom recordar os grandes momentos desta nossa linda cidade portuária. Com grandes protagonistas como o Canberra ou o Infante don Henrique. Felizmente, que fotógrafos como os Perestrellos, Figueiras, entre outros, e também de entusiastas de navios e amigos da fotografias, vão-nos deixando acervos fotográficos que permitem recordar ou conhecer melhor a história deste grande porto que é o Funchal. Um abraço

Luís Filipe Jardim disse...

E observando a foto, é tão interessante ver a conservação do cais da cidade (ampliação última é de 1933) e da avenida do mar engalanada com bandeiras que me parecem ser as do município funchalense e da república portuguesa.

Elvio Leão disse...

Boas, como era bom voltar a ver o cais da cidade como está na foto, rodeado de mar.
Cumps
Elvio