terça-feira, 21 de setembro de 2010

Astor há 23 anos a visitar a Madeira, agora remodelado

O navio de cruzeiros Astor , operado pela Transoceantours, fez hoje a primeira escala no porto do Funchal desde que foi remodelado este ano nos estaleiros alemães Lloyd Werft, em Bremerhaven.
Exteriormente são visiveis algumas das alterações nomeadamente com a introdução de camarotes com varanda. Anteriores cabines com janela passaram a ter uma pequena varanda como pode observar-se nas fotografias. Modificações que acabam por prejudicar o equilibrio original de linhas de um navio que juntamente com o seu irmão gémeo se distingue pela chaminé. Foi a 7 de Fevereiro de 1987 que o Astor visitou pela primeira vez a Madeira. Uma curta carreira para o primeiro armador que no ano seguinte vendeu o navio aos soviéticos da Blasco. Baptizado de Fedor Dostoevskiy fez a primeira escala no porto do Funchal com este nome a 31 de Dezembro. Após a decadência da frota soviética, o navio foi vendido a interesses alemães regressando em 1995 ao nome original e passando a ter as cores da Transocean Tours, o primeiro fretador do navio quando foi comprado pela URSS. Fotografias de arquivo: Astor na primeira escala no Funchal e Fedor Dostoevskiy na primeira visita com este nome.

3 comentários:

João Abreu disse...

Mas que excelente foto, a do Astor pela Marlan Corporation. Uma preciosidade, visto que só operou sensivelmente um ano pela mesma.
Engraçado que as cores da chaminé lembra as da Carnival, o que por acaso levantou problemas, pois a Carnival ameaçou processar a Marlan por plágio, levando a mesma a alterar cores logo depois!

Parabéns pelo artigo, muito bem conseguido!

Abraço!

João.

Por/By Luís Filipe Jardim disse...

Obrigado pelo comentário.
Passaram-se tão depressa estes 23 anos que já deu para juntar milhares e milhares de fotografias. O Astor foi originalmente encomendado pela Safmarine (Southafrican Marine Corporation) mas razões políticas levaram à transferencia para a Marlan corporation e registado nas ilhas Maurícias. Foi então operado em fretamento pela Morgan Leisure, daí o ML pintado na chaminé.
Abraço

João Abreu disse...

Desconhecia essa informação, de qualquer das formas a Carnival ameaçou processar a companhia pelas mesmas razões.
A Safmarine reactivou as ligações Southampton-Cidade do Cabo em 1985, utilizando o antigo Astor de 1981 adquirido à Hadag Line. No entanto, mostrou-se incapaz tecnicamente para tal, por isso foi desenvolvido um novo navio, com melhores condições para essas mesmas ligações, que a Safmarine nunca chegou a receber, pois devido ao abandono do sector dos cruzeiros, transferiu à Marlan que então adoptou o nome de Astor, tendo em conta que o antigo já navegava como Arkona.
Partiu em viagem inaugural de Hamburgo até Génova prosseguindo depois para a América do Sul.
Continuações!