quinta-feira, 9 de setembro de 2010

AIDAblu, regresso de um nome

Os madeirenses habituaram-se a ver, todos os domingos, os Aida no porto do Funchal.
Inicialmente com o AROSAblu, depois baptizado de AIDAblu. O ex-Crown Princess iniciava uma série de cruzeiros semanais de inverno com visitas à Madeira aos domingos, pernoitando no Funchal. Centenas de milhares de alemães já passaram pela ilha a bordo destes navios. Na época 2010/2011 é a vez do AIDAblu que hoje fez a primeira escala no porto do Funchal. É o mais recente navio da AIDA, empresa associada ao grupo Carnival. Para a época 2011/2012 será a vez de outro novo navio, o AIDAsol, com entrega para o ano pelos estaleiros alemães Meyer Werft. A escala de hoje foi assinalada pelas entidades portuárias, pela agência de navegação Blandy e pelo Clube de Entusiastas de Navios que ofereceram placas, fotografias e outras recordações deste destino turístico com mais de 200 anos. Seguiu-se um convivio no restaurante cervejaria do AIDAblu, e um brinde com champanhe e cerveja fabricada no próprio navio, numa novidade deste paquete.

4 comentários:

Bruno Rodrigues disse...

Caro Luis,

Bonito navio! Que as operações da AIDA continuem a ser um sucesso na Madeira.

Para o ano os Açores vão receber a sua primeira escala da Aida (o pequeno AidaAura). Veremos se será a primeira de muitas escalas.

Um abraço,

Por/By Luís Filipe Jardim disse...

Obrigado pelo comentário Bruno,

quem sabe... Bem o desejamos todos... Os portos das ilhas da Madeira e Açores têm sido destinos de escalas... Quem sabe um dia de embarque... Temos de evoluir como os espanhóis fizeram em Barcelona, Málaga, Valencia, Palma de Maiorca, Tenerife... quem sabe um dia Lisboa, Funchal, Ponta Delgada... temos de ser agressivos, competitivos, inovadores para conquistarmos o mercado... A Aida é uma empresa a apostar ... acredito que um dia possa fazer cruzeiros às ilhas dos Açores e Madeira com embarque no Funchal... Há cada vez mais navios na Europa no verão e as próprias companhias estão à procura de novos itinerários e com facilidades, ou pelo menos, sem dificuldades (os portugueses devem seguir os exemplos de outros países vizinhos...). Abraço

Antonio Silva disse...

Caro Luis,

Daqui deste cantinho a sul de Portugal um grande abraço com votos para que o Funchal possa ser cada vez mais o polo de desenvolvimento do turismo de cruzeiros nesta área do Atlantico e que o meu sonho que falei no encontro aí no Funchal seja um dia realidade.

Abraço

António Silva

Por/By Luís Filipe Jardim disse...

Obrigado António pelo comentário. Creio que esta é uma das regiões (Açores e Madeira) europeias onde há muito por descobrir pelo mercado de cruzeiros. Sou no entanto adepto de um turismo sustentado. Com isto quero dizer que os navios de pequeno e medio porte com turismo de qualidade interessam às nossas ilhas.
Abraço do
Luís Filipe