terça-feira, 20 de novembro de 2007

Maxim Gorkiy no Funchal


O navio de cruzeiros Maxim Gorkiy fez escala no Funchal a 20 de Novembro em viagem da Corunha para La Palma. Operado pela alemã Phoenix Reisen, o Maxim Gorkiy é um dos mais antigos frequentadores da Madeira, que visita desde 1969 quando se chamava Hamburg.

4 comentários:

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Lindo o Maxim Gorkiy. Pelas suas cores era ainda mais bonito na fase original como HAMBURG. Uma das minhas fotografias mais antigas a cores de paquetes aqui no Funchal é deste navio em 1970 atracado na ponta do molhe da Pontinha, uma imagem com a particularidade de se verem em seco encostadas à muralha as baleeiras do paquete norueguês FULVIA, (ex-OSLOFJORD)que se afundou em Julho de 1970 junto às ilhas Selvagens....

LMC

Luís Filipe Jardim disse...

Que boas recordações marítimas! É curioso, os navios ajudam-nos a manter viva a nossa memória, associando-os também a épocas do ano ou da nossa vida. Um desses navios é precisamente o Maksim Gorkiy, como se escrevia antes. Recordo-me de tantos natais com o ex-paquete soviético. Veio muitas vezes à Madeira por essa altura. Lembro-me até do cheiro do papel de oferta dos presentes, alguns abertos a olhar o navio desde a varanda da casa dos meus pais. Recordo-me das idas pelo Natal até à pontinha para ver este original navio com a sua peculiar chaminé, muito bonita de dia ou de noite. De vê-lo por meio das "confusões" de luzes do parque de diversões do Almirante Reis. Hoje, as diversões são no terminal norte do porto, mas ainda com o Maxim Gorkiy que tem escapado do maçarico dos sucateiros que tantos navios dos anos 60 têm levado. Bem haja o ex-Hamburg, bem haja os que o recordam e o mantêm vivo.
LFJ

Nuno Davide disse...

O "Maxim Gorkiy" é um dos navios que figura numa das minhas memórias mais antigas de navios no Porto do Funchal. Era uma tarde de Verão, 21 de Setembro de 1981, e estava o então imponente navio soviético atracado a oeste da inflexão do molhe com o "Europa" de 1953, ex "Kungsholm", atracado no extremo leste do molhe. Viria mais tarde a descobrir que esta tinha sido a última escala do paquete alemão no Funchal, com aquele nome. Assisti à partida dos dois navios e desde logo a chaminé do "Maxim Gorkiy" me despertou a atenção. Desde então e com os nomes de "Hamburg" (13 escalas); "Hanseatic" (1 escala); "Maksim Gorkiy" (48 escalas) e "Maxim Gorkiy" (37 escalas) este navio já passou pela Madeira 99 vezes!

Luís Filipe Jardim disse...

Estou a ver que temos de abrir um clube dedicado ao Maxim Gorkiy!!! É um navio único, sem dúvida! Curioso as 99 escalas! Uma boa deixa para o Clube de Entusiastas de Navios homenagear a escala seguinte: a 100!!! Seria também uma oportunidade para visitarmos o paquete!
LFJ